16/12/2009

TRABALHO DA ALUNA MARCIONA




Mais um trabalho realizado no Workshop do dia 03.12.


Posted by Picasa

DETALHE ASA




Posted by Picasa

15/12/2009

CARTONAGEM

Agora, finalmente, minhas linhas vão ficar em ordem...
http://www.paninhochic.com.br/
Posted by Picasa
Sonho de consumo de todas as bordadeiras...

Esta a Juliana fez para mim, mas quem quiser aprender, seguem os
horários das aulas desta mestre da cartonagem:

2ªs, 3ªs e 4ªs feiras:

9h00 às 12h00 - 14h00 às 17h00
6ª feira: 9h00 às 12h00
PANINHO CHIC
Rua Melo Palheta, 57
Tel: 3875.43.97




Posted by Picasa

12/12/2009

5ª Exposição Anual das alunas da
PANINHO CHIC.
Panô feito à mão, com dobra de agulha e todo rebordado.

Trabalho iniciado há dois anos, com Sávia Dumont.
Posted by Picasa

09/12/2009

TOALHA PARA LAVABO

Mais um bordado aplicado em toalha para lavabo.
Posted by Picasa

30/11/2009

PEIXINHOS

Fundo do mar, bordado para aplicar em toalha de bebê.

CORÇA SORRIDENTE

Este bambi também foi bordado para aplicar em toalha para bebê.

15/11/2009

WORKSHOP EM SANTO ANDRÉ

video

PAISAGEM





Trabalho da aluna Chiara. Paisagem inspirada em livro infantil.

30/10/2009

MANOEL DE BARROS POR ELE MESMO

Eu tenho um ermo enorme dentro do olho. Por motivo do ermo não fui um menino peralta. Agora tenho saudade do que não fui. Acho que o que faço agora é o que não pude fazer na infância. Faço outro tipo de peraltagem. Quando era criança eu deveria pular muro do vizinho para catar goiaba. Mas não havia vizinho. Em vez de peraltagem eu fazia solidão. Brincava de fingir que pedra era lagarto. Que lata era navio. Que sabugo era um serzinho mal resolvido e igual a um filhote de gafanhoto.Cresci brincando no chão, entre formigas. De uma infância livre e sem comparamentos. Eu tinha mais comunhão com as coisas do que comparação. Porque se a gente fala a partir de ser criança, a gente faz comunhão: de um orvalho e sua aranha, de uma tarde e suas garças, de um pássaro e sua árvore. Então eu trago das minhas raízes crianceiras a visão comungante e oblíqua das coisas. Eu sei dizer sem pudor que o escuro me ilumina. É um paradoxo que ajuda a poesia e que eu falo sem pudor. Eu tenho que essa visão oblíqua vem de eu ter sido criança em algum lugar perdido onde havia transfusão da natureza e comunhão com ela. Era o menino e os bichinhos. Era o menino e o sol. O menino e o rio. Era o menino e as árvores.Posted by Picasa

22/09/2009


MANDALAS ALUNAS PANINHO CHIC

Minhas alunas da Paninho Chic estão muito aplicadas, as mandalas estão ficando lindas!

20/09/2009

WORKSHOP IBIUNA - SP

Contrariando as previsões, o sol brilhou, iluminando o dia e as cores das mandalas. Pequeno grupo, grande encontro de almas. video

UM PROGRAMA DIFERENTE!

A Mascote Tur e o Ateliê Retalhos etc e tal uniram-se num projeto para atender uma demanda crescente: a criação de roteiros alternativos aos grandes eventos de Patchwork, bordados e artes em geral. Com eles buscamos, além do ensino de técnicas, estimular o convívio de pessoas interessadas, criar espaços reais de troca de experiências, privilegiar projetos de reciclagem e proteção ao meio-ambiente e possibilitar um encontro com a natureza, fonte de inspiração e saúde.
Detalhes:http://roteiroalternativo.blogspot.com/

18/09/2009

DELICADEZA, SEU SINÔNIMO É TALITA!




A amiga Talita terminou esta peça, sob a "batuta" de Sonia Bianco. Parabéns a ambas!

16/09/2009

WORKSHOP 11 DE SETEMBRO

Momentos da oficina. Eu e Sonia Bianco em ação....





TRABALHOS DE SONIA BIANCO E JACI


Eu e Sonia Bianco levamos alguns trabalhos para as alunas terem uma idéia da utilização dos pontos.

REENCONTRO


Um momento mais do que especial neste Workshop. Reencontrei a amiga Vera, participante de minha primeira experiência com Sávia Dumont, tantos anos atrás.

O VIOLINISTA E A BAILARINA


Ontem o jornalista Eduardo Rezende mandou-me sua crônica mais recente. A leitura remeteu-me a uma história intitulada "O violinista" , livro ricamente ilustrado por Colin Thompson. Dedico esta postagem a ele que, com belas palavras, transforma o cotidiano em acontecimento extraordinário.

09/09/2009

SACOLA ECOLÓGICA


Terminei de bordar este "bolso" que será aplicado em uma sacola ecológica.

08/09/2009

PÁSSARO DA PAZ


Finalmente, concluí esta peça, uma homenagem para D. Helder Câmara e para minha querida amiga Ivete, do Projeto Cor da Rua.

PÁSSARO DA PAZ EM DETALHE


DETALHE PÁSSARO DA PAZ


01/09/2009

VESTIDO PRETO


Bordei um vestido preto em malha. Um trabalho e tanto, mas o resultado... adorei!

ARBUSTOS

Arbusto no fundo do mar.

PEIXE ESPADA




Meu peixe espada. Quis bordar uma rede cheia de conchinhas.

ATELIÊ

Espaço voltado às artes. Projetos em Patchwork, bordados, decoração e paisagismo. Confecção de peças exclusivas para presentear em ocasiões especiais.
email:jaci@retalhosetcetal.com

CAMPANHA ADOÇÃO RESPONSÁVEL

MEU RECANTO

MEU RECANTO
Recorte de meu jardim, em Ibiuna, meu sonho concretizado.

TATIANA QUERIDA

TATIANA QUERIDA
Adoro este olhar meigo...

ÁRVORES DA VIDA

ÁRVORES DA VIDA
Quando bordo troncos, sempre penso na sua semelhança com as marcas que o tempo imprime no rosto e no corpo das pessoas. Sobreposições das alegrias e tristezas que a vida nos proporciona, traços da história de cada um.

TATI PAIVA

TATI PAIVA
VALE A PENA CONHECER O TRABALHO DESTA ARTISTA!
O SONHO DE UMA VOVÓ

Não estamos sempre recorrendo àqueles que podem permitir ou propiciar o sonho que não pudemos sonhar?

Leopoldo Nosek


Ontem, na oficina realizada na Idéias a Fio, foi possível mais uma vez reafirmar minha crença na potencialidade criativa que um verdadeiro encontro contém. Neste espaço acolhedor, tenho realizado várias oficinas de bordado e, entre pontos, conversas e saborosos quitutes, foi construído um laço de genuíno afeto.

Nos intervalos de silêncio, cada participante, amparada pela presença das demais, emergia em seu imaginário tecendo o desenho dos sonhos a bordar. Qual uma gestação, espaço de tempo durante o qual se concebe o novo ser que habitará este nosso mundo, tão cheio de contradições e belezas, nos debruçamos sobre nosso interior traçando linhas, imaginando cores, compondo paisagens e nos preparando para dar à luz a nossa história no tecido.

E assim fez nossa cara Maria Helena. Com delicadeza e amor bordou seu peixe mergulhado num aquário transbordante de carinho para a netinha que, em algum lugar ainda desconhecido, inicia seu percurso em direção a essas pessoas especiais, que pacientemente constroem ponto a ponto o seu lar, o refúgio onde, afinal, estará abrigada.

E assim, nesse espaço sagrado que o bordar possibilita, onde o sonhar migra para a realidade, fomos testemunhas da mágica transmutação.

A frase em epígrafe foi extraída de um texto de Nosek relativo ao projeto desenvolvido na ACTC – Associação de Assistência à Criança Cardíaca e à Transplantada do Coração.























































































CIRANDA

CIRANDA
Uma mulher é como uma árvore gigantesca que, por sua capacidade de se mover ao invéz de permanecer estática, pode sobreviver às piores tempestades e perigos; e ainda estar de pé depois; ainda descobrir seu jeito de voltar a balançar, ainda continuar a dança (Clarissa Pinkola Estés).